sábado, 19 de setembro de 2009

Orientação de voto

Domingo, dia 27 de Setembro, os portugueses vão decidir o seu destino para os próximos 2 ou 4 anos. O seu voto é importante, para além de ser um dever cívico.
Contudo, em quem votar pode ser uma decisão difícil.
Nós, que infelizmente não estamos nesta corrida, procuramos ser úteis para a tomada da sua decisão. Pense no que responderia a estas simples perguntas:
  • Quem é o cabeça de lista dos partidos concorrentes no meu circulo eleitoral?
  • Já alguma vez tinha ouvido falar nesse nome?
  • A sua inclusão nas listas foi transparente, ou pelo contrário foi comprada ou negociada?
  • Ouviu alguma intervenção do candidato durante a campanha eleitoral?
  • Leu algum desdobrável ou programa de campanha?
  • Conhece o trajecto político do candidato para o qual se sente mais inclinado(a) a votar?
  • Há alguma hipótese (mesmo que remota) desse candidato estar metido em negócios menos claros, e que certamente algum invejoso está mortinho por denunciar?
  • Se esse candidato já fez parte de outras legislaturas, tem sido coerente nas suas posições nos últimos tempos?
    Se tiver dúvidas na interpretação desta pergunta veja este simples exemplo:

video

Depois deste pequeno questionário leia aquilo que alguém compilou com o nome de "A anedota em que se tornou este país":
  • Na escola um professor é agredido por um aluno.
    O professor nada pode fazer, porque a sua progressão na carreira está dependente da nota que lhe dá.
  • Um jovem de 18 anos recebe €200 do Estado para não trabalhar;
    Um idoso recebe de reforma €236 depois de toda uma vida de trabalho.
  • O governo incentiva as pessoas a procurarem energias alternativas ao petróleo e depois multa quem coloca óleo vegetal nos carros porque não paga o ISP (Imposto sobre Produtos Petrolíferos).
    O Ministério do Ambiente incentiva o uso de meios alternativos ao combustível. No edifício do Ministério do Ambiente não há estacionamento para bicicletas, nem se sabe de nenhum ministro que utilize bicicleta.
  • Um jovem de 14 mata um adulto, não tem idade para ir a tribunal.
    Um jovem de 15 leva um chapada do pai, por ter roubado dinheiro para droga, é violência doméstica.
  • Nas zonas mais problemáticas das áreas urbanas, existe um polícia para cada 2000 habitantes; o Governo diz que não precisa de mais polícias.
    Numa empreitada pública, os trabalhadores são todos imigrantes ilegais, que recebem abaixo do salário mínimo e o Estado não fiscaliza.
  • Um marido oferece um anel à sua mulher e tem de declarar a doação ao fisco.
    O Estado que queria gastar 6 mil milhões de euros no novo aeroporto recusa-se a baixar impostos, porque não tem dinheiro.
  • Paga-se 0,50€ por uma seringa na farmácia para administrar um medicamento, mas se fosse drogado, não pagava nada.
    Nas prisões são distribuídas gratuitamente seringas por causa do HIV, mas como entra a droga nas prisões?
  • No exame final de 12º ano és apanhado a copiar, chumbas o ano;
    O Sr. Primeiro-ministro fez o exame de inglês técnico em casa, mandou-o por fax e é engenheiro.
  • Em vez de premiar os bons alunos, talvez o Governo devesse antes premiar alunos como o Luís, de 15 anos, um dos milhares de milagrados do ME, que foi notícia no “Expresso” por ter passado do 6º para o 7º ano com oito negativas e uma só positiva (a Educação Física).
    De facto, é a alunos como o Luís que fica a dever-se o milagre educativo português.
  • Um professor é sovado por um aluno e o Governo diz que a culpa é das causas sociais.
    Um polícia bate num negro: é uma atitude racista.
    Um bando de negros mata 3 polícias: não estão inseridos na sociedade.
  • Na linha do metro que une o Porto à Póvoa de Varzim e que é uma viagem de mais de uma hora, não há um único WC nas estações que eram anteriormente da CP e onde havia WC.
    Há velhos e doentes que têm necessidade urgente de um WC e não o encontram!!!
  • Começas a descontar em Janeiro o IRS e só vais receber o excesso em Agosto do ano que vem.
    Não pagas as finanças a tempo e horas, passado um dia já estas a pagar juros.
  • Fechas a janela da tua varanda e estás a fazer uma obra ilegal.
    Constrói-se um bairro de lata e ninguém vê.
  • Se o teu filho não tem cabeça para a escola e com 14 anos o pões a trabalhar contigo num oficio respeitável, é exploração do trabalho infantil.
    Se és artista e o teu filho com 7 anos participa em gravações de telenovelas 8 horas por dia ou mais, a criança tem muito talento, sai ao pai ou à mãe.
  • Por causa da baixa natalidade, dão-se apoios às famílias pobres por cada criança que nasce. Vamos começar a ter muitos bebés para aumentar o orçamento familiar. Parece-me que não é essa a motivação que deve estar por detrás de uma gravidez, mas isso sou eu que digo!!!
É bom viver em Portugal, principalmente para quem gosta de rir muito. Para além da hipótese sempre ponderável da emigração, temos a doce e inteligente alternativa de rir imenso todos os dias. Porque chorar por cima de assuntos impossíveis de alterar, faz rugas e ficamos muito feios.
É assim, está tudo dito!!!
E viva a selecção nacional, que o povo quer é bola!!!

Durante a próxima semana, vá pensando no assunto e como conselho final, lembre-se de quem contribuiu nas ultimas décadas para o estado em que este país se encontra, e de que maiorias absolutas e relativas não produziram bons resultados, e há tantas outras opções à direita e à esquerda...
Em ultima análise, vá votar e vote BRANCO!

Nenhum comentário:

Postar um comentário